maio 2013


Trabalhando só pra ganhar dinheiro,
Comendo porcaria,
Prometendo coisas e não cumprindo,
Enchendo a cara e passando vergonha,
Julgando as pessoas por comodismo,
Esquecendo de escovar os dentes após as refeições,
Saindo de carro com a carta vencida,
Insistindo em manter aquele piercing sempre inflamado,
Torrando no sol sem proteção,
Brincando com os sentimentos dos outros,
Tomando remédios fudidos pra emagrecer 2kg,
Fumando 2 maços de cigarro por dia,
Transando sem camisinha,
Comprando óculos de sol de camelô,
Gastando a grana que não se tem com coisas fúteis,
Fingir que está dormindo no ônibus pra não dar lugar aos idosos,
Acordando no dia seguinte ao fervo sem saber onde está
E nem com quem,
Reclamando das coisas e não fazendo nada para mudá-las,
Dando valor às pessoas erradas,
Engolindo sapos,
Tirando vantagem,
Mentindo pra si mesmo,
Dia após dia,
Sobrevivendo,
Seguindo em frente(?)

k

Existe uma casa eternamente em construção.

De tempos em tempos, faz-se necessário mudar a cara da casa. Toda a estrutura dessa casa é mutante.

Eu sou responsável pelo telhado dela. Durante muito tempo, sempre procurei alterar o telhado da melhor forma. Deixá-lo perfeito.

Porém, as outras partes da casa são caóticas. Principalmente a base.

A base está sempre oscilando, nunca é firme o bastante. As vigas de sustentação muitas vezes parece que vão ceder. E o telhado pode estar lindo e perfeito… só que se as vigas não o sustentam, ele fica todo rachado.

Mas o telhado, ah o telhado, tem que estar lindo! Como você não prestou atenção no telhado??? Olha lá, o telhado vem dando problema!!! Olha os donos da casa mais uma vez reclamando do telhado!!!

Só que o telhado não sustenta essa casa.

Por que devo eu me apegar tanto ao telhado, gastar tanta energia, tempo, inteligência, esforço para que ele fique perfeito? Porque devo sentir uma tremenda de uma culpa desgraçada quando o telhado dá mostras de problemas, problemas esses causados pela base da casa??

Pra que tudo isso? Pra que depois a casa desmorone (com o telhado perfeito)?

Antes de ser a responsável pelo telhado eu sou humana, sabe.

k