novembro 2012


João Merda era um cara que, durante toda a vida, foi espezinhado pelas pessoas por causa de seu nome.
– Porra João, muda esse nome, cara!
Até que um dia, cansado de tanto ser zuado, João Merda mudou seu nome.
– Até que enfim, cara! E aí, qual é o seu novo nome?
– Johnny Fezes.

Quantas e quantas vezes pensamos que estamos fazendo tudo novo quando, na verdade, apenas polvilhamos de glitter um cadáver putrefato…

k

Anúncios

De que adianta…
O dia está lindo lá fora
Mas é feio e sujo aqui dentro.
“Saia, aproveite o dia”, eles dizem,
“Curta o sol!”
Mas o dia continua feio e sujo na mente
Vou forçar pra quê?

“Então faz o seguinte
Toma esse psicotrópico, ou uma cervejinha
Ou fuma essa bomba, ou dá um tequinho nessa carreirinha
E então seu dia vai condizer com o dia lá fora.”

Mas o dia vai continuar feio e sujo aqui dentro,
Depois que a brisa passar.
Então eu prefiro contemplá-lo assim mesmo
Com as emoções cruas, verdadeiras.

Não é qualquer um que aguenta esse tranco,
Mas eu aguento.

Porque também existe beleza na tempestade.
Porque só se dá valor à beleza quando se conhece o horror,
E eu quero esse contato com o terrível.

E a tempestade não vai durar para sempre.

k