Por mais que eu queira ser amarga… sou doce.
E quantas vezes me sinto pesada! Mas no fundo sou leve. Até demais.
A força com que desejo mais frieza e realismo na minha mente é a mesma que faz com que eu seja passional e sensível.
Superficial? Só aparento. Não se vê o fundo desse lago.
Sarcasmo? Defesa…
Cara feia? Melhor franzir o cenho do que abrir as torneiras dos olhos e parecer frágil.

A minha essência eu bem conheço. E bem que gostaria de mudar algumas coisas nela.
E não sei se vale a pena outros a conhecerem além de mim.
Não sei até que ponto a minha essência vale mais do que a minha máscara.

k

Anúncios