Esqueci que, para arranjar um emprego, é necessário omitir que se é imperfeito, como todo ser humano.
Esqueci de chamar a Super Girl na hora daquela entrevista, quando o bambambam me perguntou:

– Qual é a sua dificuldade?

Dificuldade? O que é dificuldade? (sorriso idiota) Não, eu não tenho dificuldades! Sou um robô: Vou trabalhar todos os dias feliz e contente e lamber o chão onde você pisa, seis dias por semana, para ganhar um salário de merda!

***
Esqueci que devo manter o contato com pessoas queridas. Uma dessas pessoas me lembrou. Foi muito gentil da parte dela: Não me julgou. Engraçado é que ela sempre foi tida por uma outra pessoa como alguém fútil e superficial. Olha só como as coisas são: A pessoa “fútil e superficial” não julgou. AÍ SIM, FOMOS SURPREENDIDOS NOVAMENTE!

***
Esqueci que o que me define como pessoa não é um emprego e quanto eu ganho, se eu sou gostosa, se eu estou sempre de bom humor. O que me define como pessoa são meus princípios, meu caráter e… opa. Lembrei que tô no mundo errado.

k

Anúncios