janeiro 2010


——— Mensagem encaminhada ———-
De: Juliana A.
Data: 29 de janeiro de 2010 17:45
Para: Juliana A.
Letícia: Olá Juliana A., em que posso ajudar ?
Juliana : será q por aqui consigo ser atendida sem que a conexão caía?
Juliana : letícia???????
Letícia : Qual a sua dúvida?
Juliana : Boa tarde,
Meu nome é Juliana A., proprietária da linha que neste momento muito provavelmente já deve estar cancelada (011) 8109-****, CPF 319.***.***-**, nascimento em 16/**/****.
Estou há dias tentando resolver um problema com vocês, porém cada um empurra o problema para outro e nada é feito. Já fiz contestação no 0800 que indicaram que eu fosse na loja tratar o assunto; já fui até a loja do Shopping Tatuapé, porém o atendente Daniel no dia 20/01/10 disse que como eu não havia feito a adesão naquela loja pouco poderia fazer para resolver meu problema…só que a maravilha da loja do Shopping Center Norte onde eu adquiri este maravilhoso serviço não existe mais (fechou e não me importa o motivo, pois para o cliente TIM é TIM, independente do endereço da loja ou do número do 0800).
Lá ele abriu mais uma contestação e pediu que eu aguardasse 5 dias úteis para obter um retorno. Deixei o número do meu celular cadastrado para tal retorno, mas até agora não houve e então resolvi ligar para resolver isso e pagar aquilo que de fato eu devo…vejam; não estou me negando a pagar. Que boa cliente, não é mesmo?
Liguei às 15h56 no 0800 de vocês e esperei mais de 40 minutos para a Supervisora me falar que eu deveria voltar a loja para resolver com o
atendente de lá. Vejam só…ele me disse que nada podia fazer prá mim quando eu me desloquei até lá. E outra coisa, a contestação já está feita; eu quero agora o resultado dela e ele não pode ser vá até a loja…me desculpe, mas isso não é resposta, isso é pensar que nós clientes somos palhaços ou sei lá o que. Quando disse que não voltaria até a loja, a Supervisora Elaine Guimarães pediu mais um momento, mas não voltou mais para me dar qualquer tipo de informação; nem mesmo para dizer que de fato eu era a cliente mais enganada do dia e que estava dando um trabalho danado para eles. Então não contente, liguei mais uma vez e falei tudo de novo para outro atendente (Luís – Protocólo 2010015376868) que falou que eu deveria falar no setor de contas, mas q não era possível naquele momento e não precisava ir até a loja.
Ué!! Cada um falando uma coisa e ponto final. Mas quem é que resolve isso enquanto meu nome está sendo negativado? Lógico que pedi para falar com o Supervisor dele e lógico que a ligação caiu de novo.
Meu contrato que já foi levado até a loja do Shopping Tatuapé possui um plano registrado e estão me cobrando outro plano, sendo na loja onde eu adquiri ainda fui informada erroneamente sobre o funcionamento de ambos.
O que eu faço? Volto até a loja ou alguém é capaz de solucionar este problema sem que eu me sinta ainda mais enganada?
Muito obrigada,
Juliana A.
Celular MARAVILHOSO da TIM: (011) 8109-****
CPF: 319.***.***-**
Nascimento: 16/0*/****
RG: 44.***.***-*
Habilitação B
Formada em Psicologia em 2005
Atualmente desempregada
Mãe de 1 filho que por mais de 1 hora ficou esperando enquanto eu falava no 0800, quase casada.
Um pouco acima do peso, cabelos lisos, olhos castanhos
Justa, honesta com seus deveres….e detesta se sentir enganada; feita de boba por quem quer que seja!!
Mais uma vez, obrigada!!
Juliana A.: ACHO QUE FALEI TUDO, AGORA QUERO UMA RESPOSTA DECENTE DO QUE DEVO FAZER E COMO FAÇO PARA PAGAR APENAS AQUILO QUE DEVO.
Letícia : Esta não é a central de atendimento aos clientes TIM, mas apenas um canal para atender às dúvidas do setor de vendas virtual dos produtos e serviços TIM. Caso queira entrar em contato com a central de relacionamento com cliente TIM, ligue para 0800 741 41 41.
Juliana A.: ÓTIMO, SÓ QUERIA ESTE COMPROVANTE DE QUE TENTEI TAMBÉM RESOLVER MEU PROBLEMA POR AQUI.
Letícia : Desculpe sra. mas este atendimento é voltado exclusivamente para a Loja Virtual TIM.
Reconstrução de um diálogo entre mim e Pedro (meu sobrinho, 6 anos):

P – O que que você ta fazendo com esse livro?
EU – To estudando praquela prova que eu te falei.
P – Aquela que se você passar você vai conseguir o emprego no banco?
EU – É, isso mesmo.
P – E se você passar você vai ganhar muito dinheiro?
EU – Vou.
P – Vai ganhar mais de mil reais? (arregalado)
EU – Vou, bem mais!
P – Então vai dar pra me comprar um presente de 340 reais? (mais arregalado ainda)
EU – Vai dar sim.
P – Você não vai mais precisar pedir dinheiro emprestado pra me dar presente né?
EU – Não, não vou mais precisar pedir emprestado (cara de bunda mal-lavada)
P – Nossa, então você vai me dar um monte de brinquedo!
EU – Mas Pe, mais importante que brinquedo… (querendo dizer que passeios, viagens, etc. são mais legais)
P – (me interrompendo) Eu sei, é roupa. (cara de depressão)

k

Eu sempre gostei de estudar religiões. Primeiro, porque sou questionadora por natureza. E segundo, porque não tenho preconceitos – e isso é essencial no estudo das religiões, fato.
Bom, não sou nenhuma autoridade no assunto, nem me aprofundei tanto assim. Mas cheguei à conclusão que todas – sem exceção – todas as pessoas praticantes de algum tipo de religião, seja ela qual for, têm uma característica em comum:

A hipocrisia.

Quando a pessoa entra na igreja/templo/mesquita/whatever, tudo é lindo, excelso, é puro e bom. Mandamentos, dogmas, regras, tudo acatado. A pessoa do lado é irmã(o), dão-se as mãos, choram, se abraçam. Basta sair da igreja/templo/mesquita/whatever para tudo isso cair por terra: Julgamentos, preconceitos, ofensas, inveja, mesquinharia, materialismo. Rouba-se, trai-se, mata-se.

Nesse ponto, penso que o pessoal que faz macumba na encruzilhada é simplesmente autêntico. A pessoa deseja o mal a outra e faz um trabalho. Pronto. Sem hipocrisia.
Pergunto: Qual a porcentagem de cristãos que dão a outra face quando agredidos, e qual a porcentagem que agride de volta?
Sabiam que o satanismo (não confundir com adoração ao diabo – vamos estudar, povo!) tem como diretriz algo do tipo “revide na mesma moeda”: “Quem mostra a outra face é um covarde!”.

– “Faças o bem ou não faças nada” – quantas pessoas seguidoras de alguma religião vivem desta forma? TODAS, na minha opinião.
– “O que se busca é a expressão da plena liberdade e responsabilidade da pessoa por si mesma” – maior sensatez, impossível.
Sabiam que estas duas frases foram tiradas da página da wikipédia sobre satanismo?

Vejam bem, não sou satanista nem faço macumba rs. Se fosse, não teria nenhuma vergonha em admitir. Sou cristã, Jesus Cristo é meu mestre, mas não acredito nas instituições cristãs. Também não estou fazendo propaganda de nenhum tipo de religião. E condeno qualquer tipo de mal feito a qualquer pessoa.

E também não sou perfeita, sou humana!
Sejamos humanos e procuremos evoluir a partir deste princípio: que somos falhos! Quem se acha melhor que o outro nunca evoluirá! Hipocrisia não é base de evolução, gente! REFLITAMOS.

k