file0025

Houve um tempo em que eu achava que você sempre tinha sido adulta e minha mãe. Eu achava que você sabia de tudo, apesar de muitas vezes não concordar com você. Você era a minha guia nesse mundo, você era super e eu não era nada sem você.

Aí um dia eu descobri que você tinha sido criança, como eu. Que você tinha nascido da sua mãe, tinha sido um bebê e tinha crescido, e que eu cresceria também. E cresci. E fui descobrindo aos poucos que você não sabia de tudo, e muitas vezes errava. Que eu podia ficar sozinha e me guiar sem você. E que você não era super. Aí eu achei então, que eu deveria impor o que eu pensava e sentia a qualquer custo, mesmo que isso lhe machucasse, e aos outros à minha volta, já que tinha descoberto que, na verdade, nós éramos iguais, humanas.

Depois de um tempo eu me toquei que estava totalmente errada. Você não tinha sido adulta durante toda a sua vida, mas era adulta há mais tempo que eu. Você não sabia de tudo, mas sabia muito mais que eu. E,  além de filha , mulher e esposa, também era mãe, enquanto eu nem tinha deixado de ser adolescente ainda.

Então descobri que você sempre foi super. E que, não importa quantos anos se passem e quantos anos eu tenha, sempre será minha guia.

k

Anúncios