Durante a vida a gente conhece muitas pessoas, e tem aquelas que se tornam muito especiais.
E a vontade que a gente tem é de mantê-las pra sempre por perto, nunca perder quem nos faz tão bem.

Só que a vida parece um trem que não para.

E as pessoas sobem e descem nas estações enquanto a gente continua. E não adianta querer interferir, se a gente força algo estraga o conjunto inteiro. Temos que deixar levar.

Mas deixar levar é sofrido, então pensamos que seja algo errado, porque nada que é bom faz a gente sofrer.

Pois é, na vida existem contradições. As linhas às vezes são tão tortas que a gente nem percebe que Deus tá escrevendo certo, afinal.

A perda faz parte da vida. Não dá pra controlar: uma hora as pessoas descem do vagão.

Porém outras sobem, muitas outras durante a viagem.

Poucas ficam até a última estação, quando também descem.

Só a gente chega no destino, sem ninguém, porque é assim que a gente subiu no vagão pra fazer a viagem.

E é assim, e assim será.

k

Anúncios