Hoje foi um dia de ficar chateada com as pessoas.

Aconteceu tudo de uma vez: convidei um pessoal prá fazer uma confraternização, mas “não vai dar” prá 80%. Os outros 20% ficaram chateados e não querem mais fazer nada.

Descobri que uma pessoa por quem eu me preocupei há um tempo atrás porque ficou mal não se lembrou de mim.

Apesar de saber que não podemos esperar nada de ninguém, e que não devemos achar que as pessoas sentem o mesmo que sentimos por elas por nós, essas coisas me deixam chateada.

Acho tão horrível ser totalmente desapegado… não ligar pro que os outros fazem ou sentem, de bom e de ruim… acho muito superficial, sei lá, ficar ao vento como uma folha, sem rumo, caindo não onde se quer, mas onde o vento te leva.

Essa superficialidade me incomoda, mas com algumas pessoas eu penso que devo ser assim, porque é assim, rasas, sem muito sentimento, que elas são em relação a mim.

Pessoas rasas me assustam. Você pode ver através delas, e descobre que não há quase nada pra ser visto.

Amigos também dizem “eu te amo”. Mas se contam nos dedos os que são verdadeiros. Tá tudo muito banalizado.

A folha vai cair onde eu quiser que caia, aos pés de pessoas que mereçam.

k

 

Anúncios