Este texto é do ano passado, mas continuo pensando da mesma forma.

A maioria das mensagens de Páscoa deixadas pra mim referem-se ao chocolate. É como no Natal, ninguém deseja pros outros as coisas boas que o feriado representa. Ninguém FAZ o que o feriado representa. Daí a minha total desilusão com o catolicismo (e depois de estudar um pouco, com o cristianismo, mas isso não vem ao caso).

O que é a Páscoa? Um feriado judaico-cristão que tem pouca coisa de original. Prá falar a verdade, NADA. Várias religiões pagãs há milhares de anos já falavam de um homem que salvaria a humanidade, que morreu e ressuscitou depois de três dias. Em 25 de dezembro celebrava-se o solstício de inverno com o culto ao deus-sol, Sol Invictus, ou ao deus da luz (aliás, se não me engano, ele se chamava Lúcifer… opa, não quero pegar muito pesado). O deus-sol ou da luz era cultuado justamente para não faltar depois do inverno, para fazer a natureza renascer.Bem, depois do inverno chegava a primavera, a natureza renascia. O equinócio da primavera era festejado com o renascimento.

Segundo o neo-paganismo, havia um deus-coelho que, sempre nessa época, presenteava uma deusa com ovos maravilhosos, verdadeiras jóias. Porém ela ficou chateada porque só ela era presenteada, portanto ninguém mais tinha conhecimento daquela beleza toda. Então disse ao deus-coelho que, ao invés de dar os ovos a ela, distribuisse-os para todo o mundo.Enfim, o cristianismo surgiu e se apoderou de muitas tradições pagãs (isso é normal com as religiões).

Na Páscoa cristã atual, comemora-se a paixão de Cristo (traição, tortura, morte e ressurreição) e o renascimento como um todo. Lembra-se de Judas. Não se come carne vermelha na Sexta-feira Santa. Ninguém come carne vermelha, não bebe, não faz sexo, etc. na Sexta-feira Santa, a maioria por simples hábito.

Na verdade eu encanei nisso neste ano. As pessoas não comem carne na Sexta, aí no sábado saem de casa e vão, por exemplo, trepar com o(a) amante; ou aqueles que também não comem carne, mas falam horrores da família. Aí no Domingo de Páscoa estão todos juntos. Beijam seus parceiros(as) e familiares exatamente como Judas beijou Jesus.

É muito fácil descer a lenha no traidor mais famoso do mundo, fazer um boneco e destruí-lo, como é muito fácil julgar as outras pessoas que erram -atirar pedra no telhado do vizinho e não enxergar que o próprio telhado é de vidro. É fácil não comer carne no dia Santo achando que, dessa forma, uma auréola vai se formar no topo da cabeça, e ficar maldizendo quem come carne e bebe. Está na hora de acabar com essa palhaçada.

Cansei de hipocrisia. Cansei de falso moralismo.

k

Anúncios