fevereiro 2007


Vícios são vícios, nunca são necessariamente bons. Um dos meus é consultar oráculos na internet… é tãããããão legal, meu!

Às vezes a gente acha coisas muito interessantes, como essa frase:

“(…) três virtudes são fundamentais: a paciência (para lidar com as diferenças), a prudência (a fim de jamais confiar inteiramente em ninguém), e a persistência (para compreender que, no que diz respeito ao amor, muitas vezes é preciso bater várias vezes numa mesma porta)”.

Huuummmmm. No mínimo, interessante…

k

 

Anúncios

Existem coisas que a gente vê e se pergunta o por que de ter visto. “Poderia morrer sem essa”, a gente pensa.

Sou claustrofóbica, odeio metrô na hora do rush. Mas hoje fiquei com minhas amigas no rolezinho depois do serviço e acabei voltando prá casa com elas, de metrô, às 6 horas da tarde. Beleza.

Super tensa, lá fui eu, procurando me distrair. Conversa vai, conversa vem, foi tudo tranquilo. Aí tive o desprazer de sentar-me ao lado de uma mulher ignorante e fedida, que fazia sua filha de menos de dois anos ficar em pé ao lado dela, chorando, implorando colo. E a mulher repetia: “Você não me deixou dormir, agora não vai dormir também”, como se a criança entendesse o que ela dizia, e como se ela mesma fosse uma criança birrenta.

A bebê chama-se Carol. Fiquei sabendo porque a mulher olhava para a filha que berrava e ficava repetindo baixinho: “Morra, Carol, morra”.

Quando o trem se aproximou da estação em que a mulher desceria, ela pôs a bebê no colo, que, exausta, dormiu instantaneamente. Porém a infeliz não encostou a menina no peito, ficava segurando-a como uma boneca, apenas para a criança não cair do seu colo enquanto o trem freava.

Depois de descer do trem, a mulher colocou a bebê no chão para andar, e subir junto com ela, de mãos dadas, a escada rolante. Menos de dois anos essa criança tem.

Até esqueci da minha claustrofobia. Puta mundo do cão.

k

por que eu levantei da cama hoje? apenas para comprovar que os níveis de serotonina no meu cérebro estão ridiculamente baixos e que, consequentemente, minha vida está um lixo?

onde está minha poção mágica? sendo feita na farmácia de manipulação. onde está a minha alegria? penso que lá também.

queria que essa dor de cabeça me deixasse em paz. há dois dias que me atormenta.

queria que essa angústia me deixasse em paz. há anos que me atormenta.

queria que as pessoas ao meu redor se realizassem, para que eu parasse de sofrer por elas, e que elas parassem de me fazer sofrer por não conseguirem se realizar.

pois é. não deveria ter acordado hoje. quando precisei de ajuda, me foi negada.

amanhã eu sei que será outro dia. e que eu vou me ferrar de novo.

quem apagou a luz aqui dentro?

k

 


A minha gatinha maisi linda di todas!
k

A minha receita hoje? Mais ou menos… assim:

Uns pedaços de gengibre, ginseng e ginkgo biloba, aí a gente mistura e coloca gin tônica com gelo…

Jiló… girassol com… hum… gergelim. Gini. Jabuticaba? Não… Jurupinga rsrsrsrs.

Giz… ah, têm de ser coisas comestíveis. Apesar que quando eu era criança experimentei giz de cera. Mas eu gostava mesmo era de comer massinha. E cheiro de tinta guache que eu usava no Jardim, pintava desenhos com os dedos, adorava mexer naquela melequeira.

(bocejo)

Hummmmmmmm. Ai que cliente chato… vou xingar ele. Nossa a menina do convencional tá ouvindo música, eu também tô ouvindo… se ferrou.

Nossa, quase não falei com o XXXX hoje… cada vez mais preciso me controlar pra não fazer besteira… rsrsrsrs.

Ahhhhh, vou morar em Santorini. Numa casinha branca no topo da montanha, aquele mar tão azul meio roxo… sol o ano inteiro… vou fazer o que pra ganhar a vida? Sei lá…

(vira para o outro lado)

Ai, ai, ai, to descendo a escada pra encontrar o… Brad Pitt? Não, o Jared Leto. Aí eu tropeço, caio e quebro o braço. Ah, como você é pessimista…

Minha filhinha. Morena de olhos verdes.

Será que eu vou ser uma velha firmeza?

Que aflição, minha gata mancando… ai, vai mais prá lá, você é muito folgada…

ZzzzzzzZZZZZzzzzzZZZZZZZZZZZzzzzzZZZzzzZZzzzZzzz

k