agosto 2006


Iguana

Anúncios

Odeio me sentir assim, do jeito que me sinto agora. Uma alegriazinha, uma esperancinha, uma sensação gostosa de que tudo vai melhorar, que a minha vida vai seguir como eu quero, que eu vou me realizar.

Odeio isso porque não vai acontecer, pelo menos não no tempo que eu quiser e não da forma que eu quiser, porque a vida é assim mesmo, não é tudo cor-de-rosa todo o tempo. Aí o que rola é que a frustração e o sentimento de impotência me corroem depois que a esperancinha morre, e isso é horrível.

Meu pai me disse uma vez:

“Todos os dias eu acordo sem esperar nada da vida. Ou então, penso que o dia será horroroso, e que depende de mim fazê-lo bom. Então, sempre quando me deito à noite sinto-me satisfeito mesmo que o dia tenha sido um porre, porque foi melhor do que eu esperava.”

Então é isso, a Deusa proverá. Eu não sou tão má assim, Eles sabem.

k

EU- Alô.

ELE- Oi, tudo bem?

EU- Tudo e você?

ELE- Tudo bem!

EU- Onde você está? Já saiu do trampo?

ELE- Tô no ônibus indo pra casa. E aí, você vai lá ver seu irmão tocar?

EU- Nossa, eu sabia mas já tinha esquecido… você vai voltar cedo? (Mostrei que fiquei afim de ir)

ELE- Ah, nem tenho hora pra voltar… eu só trabalho à tarde, né? Os caras estão todos me esperando pra gente ir.

EU- (Nem lembro se falei alguma coisa)

ELE- Você vai descer?

EU- Ué, você não vai lá? Não tá todo mundo te esperando?

ELE- Ah, mas eu ainda vou chegar, dar um tempo…

Putz, tá me tirando, não é possível… cada vez mais eu tô cheia disso. Não me leva junto porque não tem hora pra voltar, mas eu tenho que estar lá quando ele chegar… na moral…

k

Nossa, quase 1 mês de trampo e eu ainda tô sem rumo… rsrs sem noção de horas, ainda não me acostumei com o fuso-horário do trabalhador rsrsrs.

Talvez um dia, quem sabe, eu me adapto.

Agora, numa coisa que eu me adaptei rapidinho: fazer aquisições materiais. Até ano que vem não compro mais nada rsrsrs.

Mas tô animada, meu. Fazia tempo que não me sentia bem desse jeito, tranquilona mesmo. É isso, então. Nossa, tô cansada, e olha que hoje é domingo… rsrs.

Descobri que a inspiração não é algo que sempre aparece… quando a gente tá cansado fisicamente, ela não dá as caras não. Acho que vou andar por aí com um caderno, porque se eu for esperar chegar em casa pra escrever, fudeu!

k